Em nome de Allah, O Misericordioso, O Misericordiador

Árabes importam maior volume de carne brasileira em 11 anos

Árabes importam maior volume de carne brasileira em 11 anos
Em 2018, os países do bloco compraram 341,66 mil toneladas de carne bovina brasileira, quase 21% do total exportado pelo Brasil.

Os países árabes importaram em 2018 o maior volume de carne bovina do Brasil dos últimos 11 anos. No total foram 341,66 mil toneladas que chegaram a 15 dos 22 países que compõem o bloco. O volume compõe 20,8% do recorde mundial de exportações alcançado pelo Brasil em 2018, reportado pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec).

“Em 2018, dos 22 países árabes, o Brasil esteve presente em Argélia, Bahrein, Ilhas Comores, Egito, Iraque, Jordânia, Líbano, Líbia, Marrocos, Omã, Palestina, Catar, Arábia Saudita, Tunísia e Emirados Árabes”, disse a diretora-executiva da Abiec, Liège Vergili Nogueira, em entrevista à ANBA. Para ela, entre os fatores que influenciaram o bom desempenho de 2018 estão o câmbio e a participação de países como o Egito. “As compras do Egito tinham ficado um pouco inferiores em anos anteriores e o país é um grande player”, avaliou Nogueira.

A receita gerada pelo comércio com os países árabes no último ano também foi destaque: US$ 1,13 bilhão, a maior dos últimos 6 anos. A diretora explica que esse resultado vem sendo construído ao longo de pelo menos 15 anos. “Os países árabes representam uma consolidação que desde 2004 ocupa grande importância na balança comercial brasileira, em especial da carne bovina. O Brasil tem exportado desde 2004 uma média anual de 276 mil toneladas”, afirmou Nogueira.

Entre os dez principais compradores da carne do Brasil estão três países árabes, que representaram 77,3% do total embarcado. O destaque é o Egito, maior importador da carne brasileira no bloco. O volume recebido pelo país foi de 180.812 toneladas e o faturamento, superior a US$ 526 milhões. Além do mercado egípcio, que ocupou o 3º lugar na balança brasileira, a Arábia Saudita foi sexto maior importador, registrando crescimento de 0,8%, com 42.548 toneladas. Os Emirados Árabes Unidos, na sétima posição, registraram aumento de 65%, totalizando 36.821 toneladas importadas no ano. “Analisando o histórico das exportações brasileiras para esses três países, de 2017 a 2018, é notável o crescimento no volume embarcado no último ano”, destaca a diretora da Abiec.

Para 2019, a expectativa da associação é de um aumento de 10,7% nas exportações totais do setor, o que resultaria em 1,8 milhão de toneladas embarcadas. A mesma taxa de crescimento é esperada nos embarques ao mercado árabe. “Seja pelo aumento de importação dos países que já temos participação ou pela abertura de novos mercados”, afirmou Nogueira. A Abiec tem expectativa de aumento na participação na Arábia Saudita. Outro país que, embora não seja árabe, também importa carne halal e está nos planos de abertura de mercado da associação para este ano é a Turquia.

Questionada sobre os próximos passos da associação para alcançar as metas, a diretora reafirma a estratégia de promover a carne bovina brasileira com a marca Brazilian Beef em todo mundo. “Desse modo, o aumento de exportação está atrelado às promoções comerciais, técnicas e políticas que a associação, o governo e as empresas brasileiras realizam constantemente”, concluiu ela.

Fonte: ANBA

Obter a certificação Halal
Inspeção islâmica - Siil Halal
TELEFONE+55 (49) 3323.1224
Av. Porto Alegre, 427D
Ed. Lázio Executivo, Sala 702
Chapecó - Santa Catarina - Brasil
CEP:89.802-130
Redes sociais
© Copyright 2018. Todos os direitos reservados.