Em nome de Allah, O Misericordioso, O Misericordiador

Brasil exporta 440% mais carne bovina aos Emirados Árabes

Brasil exporta 440% mais carne bovina aos Emirados Árabes

Foram embarcadas 51 mil toneladas no primeiro semestre. Países da região como um todo aumentaram as importações do produto brasileiro


O volume de carne bovina que o Brasil exportou para os Emirados Árabes Unidos cresceu 439,84% no primeiro semestre de 2019 em relação ao mesmo período de 2018, segundo dados da Câmara de Comércio Árabe Brasileira. Foi registrada alta também nas compras do bloco dos países árabes como um todo. As importações aumentaram 47,62% na mesma comparação.

Foram exportadas aos Emirados 51 mil toneladas no primeiro semestre, contra 9,4 mil toneladas no mesmo período de 2018. Os Emirados foram o quarto maior importador da carne bovina brasileira nos seis primeiros meses do ano, e o Egito foi o terceiro. A participação do bloco árabe nas vendas totais de carne brasileira subiu de 15,88% no primeiro semestre do ano passado para 19,53% no mesmo período de 2019.

“O que aconteceu é que, desde o ano passado, esses países já mostraram mais interesse pela carne brasileira, principalmente pela competitividade. Os Emirados Árabes vêm despontando como comprador, e esse era o anseio do setor brasileiro, que vinha acompanhando este aumento”, pontuou Thiago Bernardino de Carvalho, pesquisador da área de pecuária no Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Universidade de São Paulo (USP) à ANBA.

Além do baixo custo de produção que resulta na competitividade que o Brasil tem no setor, o pesquisador elenca a característica do rebanho brasileiro como diferencial. “Nós temos carne magra. Ao contrário do que se pensa sobre aquela carne de churrasco mais ‘pesada’, a carne do nelore e do zebu, que tem muito no rebanho brasileiro, é apreciada por esses países”, explicou Carvalho.

A questão da carne halal, própria para consumo de muçulmanos, também pesa no aumento da demanda dos árabes. “Estamos aptos a exportar a carne do abate halal, e isso favorece a proximidade com os países árabes por causa do padrão. O [mercado do] frango abre um caminho para a carne bovina. Conforme vai aumentando a renda, os países deixam de consumir a carne mais barata e vão migrando para carnes como a bovina”, pontuou o pesquisador sobre como a exportação brasileira de frango aos países árabes tem puxado também a entrada de outros produtos do setor no mercado.

Exportações totais. No total, as exportações brasileiras fecharam com alta no acumulado de janeiro a junho de 2019, de acordo com dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec). O volume embarcado foi de 827 mil toneladas, crescimento de 25,5% em relação ao mesmo período do ano passado. O primeiro semestre teve receita de US$ 3,12 bilhões com as exportações, um crescimento de 16,2% na mesma comparação.

No entanto, a Abiec manteve as projeções realizadas no final de 2018, que apontavam crescimento de 10% tanto em volume como em faturamento das exportações brasileiras em 2019.

As exportações no mês de junho somaram 134.266 toneladas, com faturamento de US$ 516,44 milhões.

Fonte: Anba

Obter a certificação Halal
Inspeção islâmica - Siil Halal
TELEFONE+55 (49) 3323.1224
Av. Porto Alegre, 427D
Ed. Lázio Executivo, Sala 702
Chapecó - Santa Catarina - Brasil
CEP:89.802-130
Redes sociais
© Copyright 2018. Todos os direitos reservados.